Colunista da Folha de São Paulo diz que católicos invocam mais Maria do que o próprio Jesus

COMPARTILHE

Aldo Pereira, 80 anos, colaborador da Folha de São Paulo e articulista do jornal mais famoso de São Paulo escreveu um artigo onde faz algumas críticas sobre a postura dos católicos e evangélicos.

Lá ele faz comparações entre a postura adotada por cada um (católico e protestante), onde procura fazer observações sobre o foco que cada um aparentemente está dando.

No artigo, Aldo inicia fazendo um pequeno levantamento de dados básicos, como o exemplo do terço católico, onde existem 106 invocações mântricas de Maria (2 em cada Ave Maria), mais uma no credo e outra final na Salve-Rainha, sendo que a invocação de Deus aparece 1 única vez, no pai nosso.

Aldo confirma que o ponto de discórdia encontra-se na adoração da mãe de Jesus. Sendo que os protestantes consideram que o papel de Maria foi importantíssimo para a missão que Deus a entregou, contudo não aprovam a Mariolatria.

Aldo também buscou dados históricos da Igreja Católica, sendo que descobriu que a ênfase dada em Maria surgiu justamente de uma busca do Vaticano por tornar a religião mais aceitável a outros povos de diferentes religiões ou sem religiões.

Como exemplo do passado, muitos pagãos cultuavam deusas mães, como no caso da deusa Ísis que tinha por filho, Horus.

Argumenta ainda que os teólogos protestantes dizem que clero católico concede status de divindades menores a Maria e outros quase 8 mil santos, isso meio que é uma Deificação de Maria, o que violaria o preceito monoteísta das religiões abraâmicas.

Perguntando a qualquer católico ele diz que apenas respondem que não tratam Maria como uma deusa, mas como uma santa.

Outro ponto interessante é sobre a eterna virgindade de Maria, pois a Bíblia faz menção explícita a irmãos de Jesus em Mateus 13:55 e Marcos 6:3 falam de quatro irmãos.

Segundo Mateus 1:18-25, José não “conheceu” Maria antes de ela ter tido o primeiro filho, o que sugere que ele veio a “conhecê-la” depois.

Para leitura do artigo original: Clique Aqui


Qual sua opinião sobre isso?

COMPARTILHE