A história de coragem e perseverança de Sarah Atwell, a menina sem rosto

COMPARTILHE

Quando Sarah Atwell nasceu, era uma menina feliz e normal, contudo, um tumor crescendo em seu rosto fez os últimos 21 anos da sua vida muito sofridos.

Como você deve ter imaginado, ela passou por bullying de seus “colegas” na escola, olhares estranhos de pessoas em todos os lugares, além de dor física associada à patologia com a qual ela continua a sofrer.

Cirurgias de reparação facial podem fazer milagres hoje em dia, mas os médicos decidiram focar em melhorar sua qualidade de vida ao invés  de tentar remover o tumor.

Apesar de tudo o que sofreu e do que continua a sofrer, Sarah não permite que nada retire sua vontade em resolver o problema e levar uma vida normal.

Neurofibromatose

Quando ela era um bebê, o padrasto de Sarah percebeu que um dos lados do rosto da pequena estava crescendo anormalmente.

Os médicos a diagnosticaram com neurofibromatose, uma enfermidade genética que causa um crescimento incontrolável e anormal de tecido, formando inevitavelmente um tumor.

Bullying

Sarah enfrentou anos de bullying de crianças dentro e fora da escola, porém sofreu mais com a deformidade facial do que com qualquer outra coisa.

O tumor cresceu tanto que chegou atrapalhar sua visão, contudo, o que mais lhe doía era o tratamento diferenciado de seus amigos, que não conseguiam estar com Sarah sem que ficassem incomodados com seu rosto.

Cirurgia

A doença de Sarah não tem cura, logo uma cirurgia era sua única opção. Infelizmente, o tumor cresceu bastante e atingiu um tamanho que não permitia ser removido cirurgicamente.

Mesmo assim, Sarah passou por várias outras cirurgias. Elas melhoraram sua aparência e devolveram boa parte de sua visão.

TV

No ano de 2012, o caso de Sara tornou-se conhecido pelo grande público graças à TV. Foi produzido um documentário sobre sua vida mostrando a coragem e a força da jovem.

Sua humildade também foi posta em evidência, já que ela manifestou a esperança de que sua história daria coragem a outras vítimas de bullying.

Operação

Sempre lutadora, ela nunca desistiu e sempre explorou novas maneiras de melhorar sua vida apesar de sua enfermidade.

As últimas operações cirúrgicas visaram melhorar as funções de seu maxilar, do olho e da orelha.

Esperamos que os médicos não desistam da condição de Sarah e que possam descobrir uma nova forma de cirurgia reparadora para seu rosto.

Temos fé que isso aconteça.

COMPARTILHE