O que Deus quis dizer quando disse: “Venha pelo amor, não pela dor”

COMPARTILHE

Muito do que se prega nas igrejas e tido como verdade, não passa no crivo das Escrituras Sagradas. Alguns destes dizeres é a famosa frase:

“Quem não vem pelo amor, vem pela dor”.

Para muitos fiéis, a interpretação desta frase está relacionada à ideia de que Deus busca salvar a todos nós através do amor.

No entanto, se o homem não atender a este primeiro chamado, Ele o levará por situações complicadas, tais como doenças, acidentes e até mesmo empobrecimento; com o objetivo de salvá-lo.

Acontece que tal interpretação é completamente errônea e contrária ao ensinamento da Bíblia.

A frase “venha pelo amor, não pela dor” tem como sentido a história de indivíduos que se confessaram a Cristo em seu leito de doença ou morte.

Acontece que a dor não converte ninguém, somente o amor é capaz disso. Afinal, Deus é amor e não faz ninguém sofrer.

Muitas pessoas acreditam que todos devem seguir a Deus, mesmo que seja por meio da dor.

Nós precisamos ter um entendimento de que a proposta de Deus é gratuita, e jamais uma ameaça. Os homens têm o livre arbítrio para aceitar ou não Deis em sua vida.

Às vezes, Ele nos permite a dor, mas a única finalidade desta provação é nos corrigir e amadurecer. Deus corrige a quem ama.

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Romanos 8:28).

A dor pode nos levar a reconhecer sua transitoriedade da vida. Ela também pode destruir o orgulho daqueles que se vêm como autossuficientes. No entanto, a dor não acomete a todos.

“Derramou o quinto a sua taça sobre o trono da besta, cujo reino se tornou em trevas, e os homens remordiam a língua por causa da dor que sentiam e blasfemaram o Deus do céu por causa das angústias e das úlceras que sofriam; e não se arrependeram de suas obras.” (16:10-11).

Diante do sofrimento e da dor, muitos se revoltam e abandonam a fé. Mas somente os fortes resistem e continuam ao lado dEle.

COMPARTILHE